sábado, 26 de novembro de 2011

Abri a janela,
Pus cortinas azuis:
Vento de Iansã
A tirar poeiras.

Descobri
Pernas dançantes
Ombros tranqüilos
Vida-aconchego.

E tudo mudou.

2 comentários:

Thiago Panda disse...

Uau!
Tropecei aqui meio sem querer e depois vi que estava em casa!
Tantos bons sentimentos no ar nos fazem sentir assim!
Voltarei mais vezes!
\o/

Bruno Costa disse...

Muito bom quando a mudança é dança e paz.